logotipo
seja socio do sindicato
contribuição online
Acesse a contribução on-line

Notícias

  • 27/03/2018

    Você sabe negociar?

    Você sabe negociar?
    Um empresário de sucesso é, muitas vezes, um negociador experiente. Diversos tipos de negociação fazem parte dos cargos de chefia e gerência, sejam contratos, preços, aumentos de salário, compras ou vendas. Para auxiliar estas situações, listamos aqui alguns pontos que podem facilitar o dia a dia da empresa.

    1- Negocie de igual para igual
    Tenha em mente que nenhuma negociação deve ser tratada como uma batalha! São duas ou mais pessoas que procuram seus benefícios. No caso dos clientes, tente entender que um cliente satisfeito tem mais chances de voltar. Seja compreensivo com a outra pessoa e procure compreender suas necessidades, ficando no equilíbrio dos interesses. Seja empático.

    2- Seja convincente
    Um bom negociador sabe expor seus pontos de vista com convicção e clareza. Não seja agressivo, faça com que a outra pessoa entenda os seus argumentos e foque no bom senso. Lembre-se que a outra pessoa também deve ser ouvida, mas deixe claro todos os seus pontos para que possam chegar a um acordo que seja benéfico para os dois.

    3- Leia a outra pessoa
    O corpo humano é um conjunto de reações, sinais corporais e postura. Preste bem atenção nos olhos e mãos das pessoas com que está negociando. Quando uma pessoa se afasta, cruza os braços, tira as mãos da mesa significa que ela está se sentindo ameaçada.

    4- Honestidade e encantamento
    Um bom vendedor sabe encantar os seus clientes. A negociação deve ser feita da mesma maneira! Seja honesto, não minta, mas coloque as informações na ordem que melhor lhe favorece. Encante e convença primeiro e depois vá falando os pontos negativos de maneira diluída.

    5- Controle as suas emoções
    A inteligência emocional é benéfica em todos os aspectos da vida, mas na negociação é fundamental não se deixar levar pelos impulsos e saber pesar aquilo que trará melhor benefício. Seja frio e saiba calcular prós e contras antes de fechar um negócio. Não se deixe levar pelo momento ou, quando se tratar de um conhecido, pela relação que você possui com a pessoa.

    Fonte: Exame